Repertório
Projetos
Clube da Sombra
Cia Teatro Lumbra
Notícias
05.12.2005 - Marcelo Tcheli e a MÁQUINA A VAPOR

Feliz daquele que tem a oportunidade de cruzar com Marcelo Tcheli nestes pagos agitados da capital. Ainda mais se tiver tempo pra apreciar suas pitorescas obras de arte. Como bom artesão que é, o bonequeiro Tcheli volta e meia aparece com uma surpresa. Pode parecer mentira, mas... já vi coisas de franzir a testa e pedir pra ver de mais perto. Cenas inusitadas, cenografadas no interior de lâmpadas incandescentes queimadas. Presenciei bonecos de pau esculpidos a faca e facão, abanando os braços e depois sumindo num estojo de violino. Num festival aí por esse interior, ví com os olhos dessa minha cara, o nascimento de um filhote de tijolo de 6 furos! E o pior, parido pelo Tcheli! É claro que a Ivânia, sua fiel escudeira e diretora de cena das peripécias, sempre está por trás das mandingas do sujeito, fazendo com que o feitiço tome proporções assustadoras. Pois bem, na semana passada, tive a sorte de presenciar, lá na sede da Associação Gaúcha de Teatro de Bonecos, durante uma reunião, o novo experimento dessa dupla que é conhecida pelos espetáculos inusitados, apresentados dentro de caixas minúsculas, todos os domingos, no Brique do Parque da Redenção. Coisa de loco! E o bom é que foi uma demomnstração pra mais de 15 associados presentes e essa eu não passo por mentiroso sozinho! De dentro de uma pequena caixa de papelão o Tcheli retirou uma engenhoca. Aparentemente poderia ser um porta jóias, um rádio velho ou uma bomba relógio. Não! Uma máquina a vapor! O princípio é aquele mesmo que moveu muito barco e locomotiva por esse mundo afora. Só que tem alguns detalhes: o negócio tinha como caldeira uma lâmpada que era sustentado por lacre de champanha. Como fornalha, um toco de vela. A água depois de aquecida e vaporizada, sobe por uma serpentina de mangueira de soro, passa por uma válvula de agulha de seringa e sopra uma palheta, ligada num eixo que gira um carrossel em miniatura que faz girar um anjo montado num passarinho. Cruzes! É claro que não fica só por aí. Todo a traquitana está montada numa pequena caixa de madeira que nada mais é que uma caixinha de música. Tocada à manivela. Quando tudo está em movimento, a música delicada faz a trilha. Segundo o autor deste feito, "é uma forma de resgatar mecanismos que hoje não são comuns de vermos. Não é uma história em si. O principal roteiro e o seguinte: a gente acende a vela [fogo] que esquenta a água [água]. O vapor forma pressão que faz um pequenino marionete em forma de anjo montado em um pássaro voar em circulos [ar]. Tem uma manivela que ao girar toca música e tudo isto leva em media três minutos para funcionar. Porque o titulo? porque nos lugares mais distantes ou primitivos que possamos estar, sempre tem um passarinho nos observando e para mim eles são nada mais do que mensageiros dos anjos." É moleza? O cara é bizarro no experimentalismo primitivo holístico suburbano. Esse não tem parelha por perto, e se bobear, a geringonça assovia! Oigaletê pôrquêra véia... Pra conferir o trabalho do Tcheli e da Ivânia é só ficar ligado nas produções da Divina Comédia e doTeatrin. É como geralmente eles assinam os trabalhos produzidos. Além das apresentações no Brique, aos domingos, eles tem duas comunidades no Orkut: Fã do Teatrin e Amigos do Recanto da Mata. O Recanto fica lá em Maquiné, pras bandas de Osório, no meio da exuberante mata Atlântica. Segundo o casal, lá dá pra encontrar: -trilhas de diversos níveis de dificuldade; -trilha de compras de produtos coloniais; -bromeliário; -roças e hortas orgânicas; -culinária italiana- com a chef Ivania Mantovani; -sala acústica com apresentação de teatro de bonecos; -tratamento de resíduos; -sanitário compostável; -bioarquitetura; -riacho balneável; -composteira. O sítio virtual é: www.recantodamata.com.br Reservas podem ser feitas pelos telefones: (51) 3333 4245 9658 9263 9125 4993 Ou ainda: ivania@bol.com.br Agora eu já entendo um pouco melhor sobre vapor, pássaros e anjos. Valeu amigos! Alexandre Fávero
Compartilhar no Facebook
< Voltar
© Clube da Sombra (51) 3446 9134 / (51) 9978 5657 / clube@clubedasombra.com.br